Como declarar ações no Imposto de Renda?

Como declarar ações no Imposto de Renda?

Olá, pessoal! Sejam bem-vindos à comunidade Leoa.

Vou abordar um pouco de como declarar ações no Imposto de Renda. Quais documentos serão necessários para fazer a declaração, tipos de investimentos e de vendas. O primeiro passo é organizar toda a documentação, fica mais fácil e com menos chances de erro na hora de preencher o IRPF.

No Imposto de Renda é de grande importância que:

  • Os investidores declarem seus investimentos em ações.

É necessário que seja informado para a Receita todos os tipos de investimentos, podendo ser eles tributados ou isentos.

  • Documentação de suas movimentações para que não haja divergência de informação dos declarantes na Receita Federal.

Tenha em mãos documentos pessoais e todas as notas das movimentações de cada operação realizada no decorrer do período, de janeiro a dezembro do ano a ser declarado.

  • Separar a documentação de acordo com cada tipo de investimento, valores e o mês da operação.

Organize a documentação de acordo com o tipo de investimento que pode ser: Tesouro Direto, ações, dólar, etc. O valor e o mês de cada operação.
O importante é deixar tudo organizado para evitar erro na hora de preencher o IR para não haver problemas futuros com a Receita.

  • Informar o tipo de venda da operação realizada, ou seja, se é uma venda comum ou day trade.

Esteja atento ao informar o tipo da venda, pois, ações comuns e day trades tem tributações diferentes.

  • Preencher todos os campos, não deixar nada em branco.

Um campo muito importante há ser preenchido é o campo “Descrição”, onde deve ser informado o nome da empresa, CNPJ, quantidade de ações, etc.
Parece algo irrelevante, mas é muito importante preencher todos os campos e não deixar nada em branco e evitar que que futuramente tenha que fazer uma retificação.

Quer saber mais sobre o assunto? Acesse nosso blog Leoa ou deixe nos comentários á baixo que estaremos respondendo. :wink:

Group 517

3 Curtidas