Como calcular preço médio de ações?

Como calcular preço médio de ações?


Fala pessoal da comunidade Leoa, tudo bem? Hoje vou dar início à um assunto bem repercutido e que gera bastantes dúvidas entre o público que investe em ações na bolsa de valores, o preço médio, nesse artigo vou destrinchar esse que para muitos é um bicho de sete cabeças, então, leia até o final e deixe seu feedback! :cowboy_hat_face:

Conceituando preço médio


Dentro da contabilidade, quando falamos de estoques, nos deparamos com 3 tipos de controles que podem ser feitos, o PEPS, UEPS e MPM. Você deve agora estar se perguntando o porquê de eu estar falando sobre estoques, e a resposta é muito simples, quando você compra uma ação e mantêm ela, ela se torna parte do seu estoque de ações, e deve seguir algum controle de preço.

PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai)

Esse método de controle é bem simples, o próprio nome já diz, todo ativo que você adquire e armazena, será o primeiro a sair do seu controle, então pensando que você tenha feito duas compras de 10 títulos, uma a R$ 10,00 e outra a R$ 20,00, e depois você vende 10, dos 20 títulos que adquiriu, no método PEPS você vai considerar como custo as primeiras unidades que entraram, essas custando R$ 10,00.

UEPS (Ultimo que entra, Primeiro que Sai)

Entendo como funciona o método PEPS, o UEPS se torna incrivelmente mais fácil, pois, é basicamente o oposto, nas vendas, é considerado o custo do ultimo ativo que entrou, seguindo exemplo acima, ao invés do custo da venda de 10 unidades ser de R$ 10,00, ele seria de R$20,00, pois essas seriam as últimas unidades que entraram em estoque.

MPM (Média Ponderável Móvel)

Talvez esse parece ser o mais complicado por conta do seu nome, mas acredite se quiser, não é, é bem simples aliás. O nome média ponderável móvel remete aquilo de todos nós aprendemos lá no ensino básico, em matemática, é uma média ponderável, onde se multiplica os valores pelas quantidades, soma-se tudo e depois divide pela quantidade total, pode parecer um pouco confuso, mas com o exemplo a seguir, você entenderá melhor:

Seguindo ainda o mesmo exemplo dos outros métodos, temos a compra de 10 unidades por R$ 10,00 e 10 unidades por R$ 20,00, nós multiplicamos as unidades pelo preço, sendo:

10 * 10 = 100 e 10 * 20 = 200;
iremos somá-las, 100 + 200 = 300;
agora somaremos as unidades, sendo 10 + 10 = 20;
E agora basta dividir a primeira soma, com a segunda: 300/20 = 15
15 é a nossa média ponderada móvel

Métodos aceitos pela legislação

Aqui devemos primeiro dividir os tipos de ativos, para os ativos de comércio, isso apenas para empresas, pode-se utilizar o método PEPS ou MPM, o método UEPS só pode ser utilizado para fins gerenciais, mas nunca fiscais ou contábeis;

Para você, que provavelmente está aqui por conta de ações, a Receita Federal aceita apenas o controle de ações pelo método MPM, então será ele que você irá utilizar pra calcular suas ações.

Preço médio de compra


O preço médio de compra deve ser controlado através do método MPM citado anteriormente, você deve fazer um controle individual para cada ativo que você adquire, isso é, não poderá misturar mais de um tipo de papel, pois isso irá levar à um falso resultado e um falso patrimônio.

Você pode fazer o controle de forma bem simples, porém trabalhosa, separar em uma planilha, podendo ser uma guia para cada ativo, registrar todas as quantidades e valores de compra de cada ativo e aplicar o MPM.

Lembrando que na compra de ativos você deve levar em consideração os custos de aquisição desses ativos, e o que são esses custos? São basicamente os valores que veem descritos nas notas de corretagem, notas de negociação das operações dos seus ativos na bolsa, lá terá vários custos e despesas, emolumentos, IRRF, despesas de corretagem, despesas da B3, etc.

Esses custos têm que ser somados e devem ser rateados nas compras das suas ações, talvez essa seja uma das partes mais chatas no controle de preço médio das ações;

Se você comprou só um título no dia, é simples, você só irá somar os custos da nota no valor total do ativo (quantidade * cotação) e dividir pela quantidade novamente pra descobrir o novo preço médio com os custos embutidos;

Se você comprou títulos diferentes, você terá de fazer o rateio, e como fazer isso? O método mais simples é conferindo qual o percentual de cada ativo no total da nota, como assim? Digamos que você tenha comprado 50 quotas de ALFA3 por R$ 100,00 e 100 quotas de BETA4 por R$ 200,00, você deve primeiro descobrir o total:

50 * 100 = 500;
100 * 200 = 2000;
500 + 2000 = 2500.

Sabemos que 2500 representa 100% (1) do total da nota, agora queremos saber qual o % de rateio de cada ativo, então faremos:

ALFA3: 500/2500: 0,2 = 20%;
BETA4: 2000/2500: 0,8 = 80%;

Digamos que o custo seja de R$ 100,00, agora só aplicamos a distribuição desse custo:

ALFA3: 100 * 0,2 = R$ 20,00 de custo;
BETA4: 100 * 0,8 = R$ 80,00 de custo.

E agora você sabe como ratear e realizar o custo médio na compra de ações.

Preço médio de venda


O preço médio de venda segue o mesmo principio de cálculo que o preço médio de compra, você deve realizar o MPM normalmente, porém a única coisa que irá mudar são os custos de corretagem;

Na venda você deve, ao invés de somar os custos no preço médio, deverá subtrai-los, realizando o mesmo exemplo assim, fazendo o rateio corretamente, e quando chegar na porcentagem de custo de cada ativo, deve apenas diminuir do preço médio de venda já calculado;

Atenção para notas de compra e venda

Temos um tipo de nota de corretagem mista, onde há compra e venda de títulos, nesse caso você deve aplicar o método MPM ensinado aqui e realizar o rateio dos custos de corretagem, porém, logicamente, o que forem compra você irá somar, e o que forem venda você irá subtrair.

Resultado


O resultado talvez possa ser a parte mais satisfatória de todo o processo, isso porque nele você já terá todos os dados prontos;

O resultando é sempre calculado após uma venda, e seu cálculo é bem simples:

Preço médio de venda - preço médio de compra = lucro ou prejuízo por ação;

Agora você terá um resultado por ação que movimento, agora basta multiplicar pelo total de ações que você vendeu:

Lucro ou prejuízo por ação * quantidade de ações vendidas.

Novo preço médio


O que é um novo preço médio? É algo novo que tenho que aprender? Já não basta tudo isso? Bom, é algo “novo”, mas tenho certeza que se você aprendeu tudo explicado até aqui, você sabe como fazê-lo.

O novo preço médio nada mais é que a parte móvel da sua média ponderada. Mas como assim? Toda vez que você compra um mesmo título que você já possuía você deve realizar um novo cálculo de MPM, é fácil? Talvez, trabalhoso? Com certeza.

Você deverá então todo título novo que chegar, realizar uma nova média ponderável, isso é a que torna “móvel”.

Separando daytrade do preço médio


Um ponto interessante que devemos levar em consideração quando realizamos o preço médio é separar o daytrade do swingtrade;

Não podemos incluir no cálculo do MPM operações Daytrade, pois elas entram e saem no mesmo dia, categorizando outro tipo de operação, elas não ficam em estoque, entram e saem;

Quando você se deparar com uma nota que possui swingtrade e daytrade, você deve primeiro calcular o daytade separado e o swingtrade você deve realizar o método do MPM.

Eu não aguento mais, é muita informação!


Talvez você esteja pensando dessa forma, e é um pensamento válido, afinal, são assuntos que tem que aprender fazer corretamente, cuidando minunciosamente para não ter erros que te levem cair na malha fina da Receita Federal, dedicando o tempo precioso onde poderia estar fazendo outras coisas mais úteis ou de seu agrado.

Se esse for o seu caso, você pode dizer adeus a todo esse trabalho chato, a Leoa possui uma assinatura mensal para investidores na Bolsa de Valores, todos os cálculos mencionados aqui são feitos AUTOMATICAMENTE, e você não precisa mover um dedo, com diversas integrações, nosso sistema consegue pegar as notas de corretagem de suas operações no seu e-mail, lê-las, lança-las e apurar todo o resultado.

Além disso o sistema oferece muitos outros serviços que fazer parte do plano, tais como integração direto com sua declaração do Imposto de Renda, trazendo todas as suas operações em bolsa direto para a declaração do Imposto de Renda AUTOMATICAMENTE, coisa que nenhum outro sistema faz no Brasil. Também há insights que te mostram o quanto de dinheiro você economiza usando o Leoa Mensal!

Se você tiver interesse, e quiser descobrir os outros vários benefícios do Leoa Mensal, entre em contato com um dos nossos atendentes agora mesmo pelo chat de nosso site que iremos com maior prazer te atender e te explicar tudo que temos à oferecer!

Esse é o fim do tópico meu caro amiguinho, não sinta saudades, pois regularmente postamos conteúdos relacionados à investimentos e Imposto de Renda aqui, e caso você tenha alguma dúvida sobre Preço Médio de ações, acesse o tópico: Preço médio de ações | Perguntas e Respostas

WhatsApp Image 2021-06-15 at 15.32.54

2 Curtidas