Aposentada que continua trabalhando

Olá, boa tarde!

Estou realizando a declaração do meu imposto, porém como sou aposentada e continuo trabalhando tenho 2 informes para declarar. Tenho 56 anos e estou declarando o informe da empresa em que trabalho, e do INSS diretamente na aba “Rendimentos recebidos de pessoas Jurídicas”. Informei todos os campos corretamente, de acordo com os informes, porém estou tendo a infeliz surpresa de ter que pagar um valor aproximado de quase R$ 6 mil de imposto. É comum aposentados que continuam trabalhando ter que pagar essa diferença absurda de imposto, ou eu estou declarando algo errado ? Antes de me aposentar eu sempre recebia uma restituição do imposto, agora estou tendo que pagar esses valores exorbitantes.

2 Curtidas

Olá @Solgazaneo, seja bem vinda à comunidade!

Bom, indo direto ao assunto, o alto valor do imposto pode ter sido ocasionado por diversos fatores;

O primeiro pode realmente ter sido um erro de preenchimento. Para esse caso confira se você digitou certinho todas as informações dos informes de rendimentos e não esqueça de incluir os valores de INSS, IRRF, férias e IRRF sobre férias.

O segundo fator pode ser por conta de um dos seus informes não haver Imposto de Renda na Fonte, o que no cálculo da Receita aumenta muito o valor do Imposto a pagar;

O terceiro fator é que pode ser que tenha imposto retido nos dois informes, mas quando os dois se somam a alíquota de Imposto de Renda fica muito grande.

Para explicar como isso funciona na prática é bom explicar como funciona a declaração do Imposto de Renda de forma bem simples. Durante o ano você trabalha e tem Imposto de Renda Retido direto na fonte (empresa) e uma vez ao ano na declaração você informa todos os seus rendimentos e em cima desses rendimentos há incidência de Imposto de Renda que é abatido com o valor que foi retido pela empresa ao longo do ano, gerando um imposto a pagar ou a recuperar;

A tabela do Imposto de Renda é progressiva, indo de isenta até 27,5% sobre o rendimento.

Se você recebe por exemplo da aposentadoria R$ 2.500 por mês, O INSS retêm R$ 44,70 de Imposto de Renda referente à alíquota de 7,5% com a parcela a deduzir;

Se você por exemplo, também recebe da empresa mais R$ 2.200, a empresa retêm R$ 22,20 de Imposto de Renda referente à alíquota de 7,5% com a parcela a deduzir;

Se somar todo esse imposto pago durante o ano:

Retido pelo INSS: 44,70 * 12 = 536,40;
Retido pela empresa: 22,20 * 12 = 266,40;
Total retido no ano: 802,80.

Porém, durante a declaração do ano é somado TODOS os rendimentos do ano e com base no valor é encaixado em uma única alíquota.

Sendo assim:

Rendimentos do INSS: 2.500 * 12 = 30.000;
Rendimentos da empresa: 2.200 * 12 = 26.400;
Rendimento anual: 56.400;

A base de cálculo do Imposto de Renda na declaração anual será de R$ 56.400, levando a alíquota de 27,5% e uma parcela a deduzir de R$ 10.432,32, o que leva um imposto a pagar de R$ 5.077,68.

E o cálculo do programa anual da receita é feito com base na renda anual deduzindo o que foi pago durante o ano:

5.077,68 - 802,80 = 4274,88 de Imposto a pagar.

Espero que essa explicação tenha solucionado à sua dúvida e de outros com o mesmo questionamento ou de como funciona o cálculo da receita. :cowboy_hat_face:

1 Curtida